Terça, 17 de Maio de 2022
24°

Alguma nebulosidade

Teresina - PI

Dólar
R$ 5,06
Euro
R$ 5,28
Peso Arg.
R$ 0,04
Economia Economia

Dois secretários e um diretor do Ministério da Economia pedem demissão do cargo

As exonerações, a pedido, estão publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira. No caso de Heckert e Gustavo Guimarães, as exonerações são retroativas a 7 e 13 de janeiro, respectivamente.

20/01/2022 às 09h07
Por: Kayla Nunes
Compartilhe:
 Foto: Internet Foto: Internet
Foto: Internet Foto: Internet

Mais dois secretários e um diretor do Ministério da Economia pediram demissão dos cargos. Estão deixando a equipe econômica o secretário de Gestão da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Cristiano Rocha Heckert; o secretário de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria, vinculada à Secretaria do Tesouro, Gustavo José de Guimarães e Souza; e o diretor de Programa da Secretaria da Receita Federal, Mauro Sergio Bogea Soares.

As exonerações, a pedido, estão publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira. No caso de Heckert e Gustavo Guimarães, as exonerações são retroativas a 7 e 13 de janeiro, respectivamente.

Segundo o Ministério da Economia, Heckert foi escolhido em dezembro para ser o novo diretor-presidente da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (Funpresp-Exe), por isso está deixando o cargo.

Gustavo Guimarães será substituído por Fernando Serta Meressi, que atualmente é subsecretário de planejamento governamental, mas já havia sido nomeado como substituto eventual de Guimarães há alguns meses. Segundo a Economia, Gustavo Guimarães está indo para o Legislativo.

Já a Receita Federal apenas reforçou que a exoneração de Soares ocorreu a pedido do servidor. Não há informações sobre o substituto.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias